Como manter o corpo treinado X pouco tempo?

Esse ano, esta de longe o ritmo de treino que eu gostaria de ter… bom nao culpo o tempo em si, mas em decisões pessoais ligadas ao trabalho e também no meu aprimoramento através de cursos, eventos, palestras e por ai vai.

Uma forma que eu encontrei para minimizar o efeito em meu corpo, foi de treinar em alta intensidade, mudei o ritmo de treino para fazer resistência e boa parte utilizando um lastro de 3kg ou 4 kg, como no vídeo abaixo.

Aleatoriamente a escalada, tenho feito meus treinos com a bike e em casa fazendo barras um pouco de finger board!

Mas a parte que me motiva é poder receber produtos para testar e usar, como a sapatilha de bike da Five Ten Brasil, o modelo Kestrel e que em breve terá release sobre ele aqui no site!

Esse é um treino que eu faço com frequência, portanto nao faça igual antes de saber em que nível o seu corpo esta!

Publicado em Escalada, Para-Escalada, ParaClimbing | Deixe um comentário

Qual o futuro da escalada de competição do BRASIL?

Ultimamente eu tenho recebido as seguintes perguntas:

Continua treinando?
Como esta a ABEE?
E quando será o próximo campeonato?

Bom, resolvi escrever para esclarecer vários pontos e dar um puxão de orelha na comunidade escaladora! Tudo o que vou escrever será relacionado as competições, eu sei que ir para rocha é mais legal, que anuidade(R$120.00) ABEE “esta cara”, que querem prêmios em dinheiro, mais etapas e etc….. ah vou escrever como Raphael escalador e não como diretor da ABEE e todos os pontos citados estão no site ABEE ou é de conhecimento de todos…

Vamos lá, primeiro, todas as etapas do Brasileiro de Escalada não da lucro para ABEE, isso esta lá no site também. Por contrato com os ginásios, a ABEE paga o trabalho do route setter chefe, o envio e despesas do coordenador da ABEE e o juiz chefe, em contra partida os ginásios não cobram as diárias para a realização das etapas, então por mais que uma etapa de um lucro oriundo das inscrições, não chega nem perto desses gastos.

Quando teremos mais etapas ou campeonatos como em 2012? Respondendo friamente, não consigo ver isso sendo feito num cenário de curto ou médio prazo, a não ser que eu, Thais ou Janine ganhemos na mega sena, sem dinheiro ou mais pessoas ajudando isso não será possível. Lembrem, do lado da ABEE as etapas são organizadas por somente nos três, ah sim, todos trabalhamos, treinamos e não recebemos absolutamente nada da ABEE, todo nosso trabalho é voluntario.

Hoje vejo muita gente torcendo e assistindo as etapas da copa do mundo, pedindo mais reconhecimento do esporte, que as empresas invistam no esporte, que atletas sejam patrocinados…. mas saibam que a ABEE esta sempre procurando patrocínios para etapas e também para ABEE… e uma das perguntas que precisamos responder é: “qual o publico do esporte e quantos sócios a ABEE possui?”  Em  2016 somos apenas 57 associados. Se você fosse empresario e recebesse esse numero, colocaria dinheiro em nosso esporte? Para fazer a maquina girar, você precisa fazer sua parte!

Agora ter que ouvir R$120,00 por ano para ser sócio ABEE é muito caro… ou seja R$10 reais por mês é realmente muito caro….. não vale nem a pena perder tempo nesse tópico.

Outro ponto importante, a Escalada não é esporte olímpico, a escolha será feita apenas em agosto de 2016, caso seja eleita entrara nas olimpíadas de Tokyo(2020) como esporte adicional e isso não garante que o esporte seja incluído em 2024, não acreditem em tudo o que esta escrito na internet, a IFSC mantém um canal de comunicação somente com a ABEE  aqui no Brasil. Também não temos etapas definidas para o Brasileiro de 2017!

Enfim, temos no caixa da ABEE cerca de R$3.400 e temos pela frente os custos da Etapa de Dificuldade em Agosto. O esporte e ABEE precisa que mais pessoas se associem e nos ajude com a frentes de trabalho, todo o esforço de 3 pessoas, mais alguns voluntários que nos ajudam bastante, não trará efeito e benefícios para os atletas sem a sua ajuda!!

Infelizmente, sem a “vibe” chamada dinheiro, nosso esporte ficaram assim, sendo ou não olímpico!

Todo o balanço financeiro da ABEE esta lá no site, qual outra entidade faz isso?

Só por curiosidade, a federação Francesa, tem somente 93 mil atletas associados………. chato né?

Pensem nisso!

banner_abee_150x50

Publicado em Escalada | Deixe um comentário

A eterna busca por motivação

Em um passado não muito distante era comum ouvir como eu conseguia fazer tantas coisas… olhando esse mesmo passado posso dizer que tudo não basta o quão motivado esta e quais sacrifícios esta disposto a fazer! O dia tem 24 horas para todo nós, basta decidir suas prioridades e colocar tudo em pratica.

13064563_10153586209068786_754623209757245631_o

Não é segredo para todos que eu ando um pouco afastando dos treinos e viagens, mas da escalada em si não, vejam os trabalhos que a ABEE vem realizando desde 2014, já realizamos 5 campeonato, nesse ponto posso dizer que ABEE(isso da um post enorme para um outro dia) cansa muito mais que treinar.

Mas esse é de longe o real motivo por estar um pouco distante da escalada em si desde o Mundial em 2014, nesse mesmo ano fui diagnosticado com artrose na região da lombar, desde então tenho feito fisioterapia, alongamentos, shiatsu, tudo o possível para amenizar as dores. Para quem esta acostumado a treinar em alto nível, passar por uma lesão é sempre muito difícil, ainda mais quando as dores dessa lesão vem com ou sem a pratica dos treinamentos, por exemplo uma simples caminhada para ir almoçar já me incomoda bastante.

A motivação acaba ficando um pouco abalada, mesmo porque ficamos pensando se todos os sacrifícios valem a pena? Um fato pessoal que me abalou muito, foi perder o aniversario do meu afilhado por estar trabalhando a participando do campeonato Brasileiro 2014 na Casa de Pedra, isso me fez repensar em um monte de escolhas que eu fiz no passado e que não estou mais disposto a fazer no futuro! Ainda em 2014 eu resolvi que iria mudar um monte de coisas, a primeira foi procurar um novo trabalho, em Março de 2015 consegui um excelente trabalho em um grande banco, mas não bastava isso, resolvi fazer diversos cursos, cuidar da minha saúde e agora em 2016 já não bastava tudo o que eu sempre tento fazer, voltei a fazer inglês! bom e o tempo? vamos nos adaptando e deixando de lado algumas rotinas.

Pode parecer um monte de mi mi mi, mas e você, como faz para estar sempre motivado a realizar tantas coisas ao mesmo tempo?

Mas para esse ano tenho grandes planos para escalada, a meta será fazer bastante trads, já estou articulando para conhecer alguns paredões pelo Brasil! E também continuando treinando, não com a mesma intensidade, mas estou!… e amigos, não tenham ciúmes da bike ela é um grande complemento físico e psicológico para o meu corpo, acreditem ou não, pedalar não me da dor na lombar!

IMG-20160117-WA0011

Estava um pouco afastando do blog né? mas pretendo voltar a escrever com mais frequência!

 

Publicado em Escalada, Para-Escalada, ParaClimbing | 2 Comentários

[Vídeo] Encontro de Escalada do Nordeste 2015 – Quixada – Ceara

Um dia de escalada na Pedra Euripedes, na via Barbeiro.

EENE 2015

Publicado em Escalada, Eventos | Deixe um comentário

[Como foi] Encontro de Escalada do Nordeste 2015 – Quixada – Ceara

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Eu fui!!!!!!!

Pronto agora posso começar!! Esse é das daqueles posts que você pensa, pensa, pensa e não sabe nem por onde começar a escrever ou descrever o que foi esse encontro!!

Irei começar, agradecendo todos que trabalharam para esse evento acontecer, o guia, as palestras, as placas, as trilhas, as parcerias locais, oficinas estavam muito  bem estruturadas!!! E claro não posso deixar de AGRADECER o convite, a hospitalidade, caronas, uma boa cama dormir e um chuveiro! Ah de tudo o que não consigo desapegar após, é um bom chuveiro!!!! Nesse ano eu não palestrei, acho que cansaram de me ouvir rs , mas mesmo assim fui como convidado e claro muito bem tratado!! Acho que tenho um certo moral por e um carinho deles! Eu espero sinceramente um dia retribuir tudo o que recebo de vocês! Muito OBRIGADO a todos! Sem duvida esse é um evento que contribui muito para o crescimento sustentável do esporte, pois a única que coisas que a organização solicita, é escalar e se divertir!

Mais 200 inscritos no evento!

Vamos falar sobre Quixada, eu não conhecia essa cidade e nem sabia do potencial de escalada, pesquisando na  internet e lendo os posts da galera  do EENE www.eene.com.br deu para ter um noção do que eu iria ver……. mas na estrada a poucos kms da cidade é que temos uma visão melhor e maior desse potencial, é um mar de pedras como eu jamais havia visto, como a cidade é pequena, a natureza acaba sendo preservada e da para ter uma visão de 360 graus de todas as pedras da região,

DCIM100GOPROG0020165.

Antes de chegar em Quixada, eu só pensava em escalar ate não sentir os dedos… nem precisou muito, logo no primeiro pega ai já sai com muitos furos nos dedos e mão haha a formação rocha era um granito bem abrasivo (para a galera de São Paulo, a pedra igual a da Pedra Bela) em outros setores a pedra era nem menos abrasiva!

Esse é o terceiro ano que participo do EENE, em 2013 (Algodão de Jandaira-Paraiba), 2014 (Igatu-Bahia) e vou confessar que o sol do Ceara, é um senhor sol viu!! muita sofrencia!

DCIM100GOPROGOPR0130.Mas a melhor parte dessas viagens e encontros e poder rever os amigos, fazer novos, aprender coisas novas e dar muita risada!! A cada ano que eu participo eu vejo com os novatos se encantam com as palestras, mas o mais experientes também! é sempre muito bom poder ouvir essa galera!!

Mais uma vez, parabéns a todos que estiveram presentes!

DCIM100GOPROGOPR0137.

Neudson colocando a mulecada local(Diego) para escalar!

Muitas macambiras!

Que paisagem!

da um salve ae galera!

Eu e minha Deuter!

Cade a Pedra da Galinha?

Five Ten Team!

DCIM100GOPROG0050228.

Publicado em Escalada, Eventos | 1 Comentário

[Palestra] Nova parceria com a APEX T&D

Pessoal, novidades na área! Estou com uma nova parceira para desenvolver palestras motivacionais!!

Vejam o texto que foi publicado no site deles!

E se…Seu potencial fosse ilimitado?

Quem vê este rapaz da foto praticando um esporte técnico como a escalada, não imagina que ele tem a mobilidade reduzida e que trouxe uma medalha para o Brasil, em uma competição internacional na modalidade paraclimb. Também foi eleito atleta do ano por uma revista especializada em esportes outdoor em 2013.

Sempre que nos deparamos com algum desafio, pensamos: “E se…(complete a frase)”.
Em geral, as pessoas completam esta frase com algo negativo, motivadas por dúvidas e medos, muitas vezes de proporções irreais. Mas “e se” tivessemos o hábito de completar esta frase com algo positivo? O que aconteceria?

Raphael Nishimura sofre de distonia muscular desde a infância, e apesar de todas as dificuldades que enfrentou com a doença e como atleta, nunca desistiu de alcançar os seus sonhos!

“A vida é feita de escolhas e tudo o que você escolhe tem uma consequência, seja boa ou ruim, lamentar e ficar em casa reclamando da vida e dos problemas será a única decisão que não trará beneficio algum! Escolha, tente, lute e nunca desista dos seus sonhos!”
Raphael Nishimura

Além da escalada, Raphael também ministra palestras, dedica-se ao ciclismo e ainda arranja tempo para trabalhar como profissional de T.I.

Conheça um pouco mais sobre o Raphael e a palestra “Escalando Os Desafios Da Vida”, clicando aqui.

Ele conta como conseguiu superar todos os obstáculos em seu caminho, e ensina que nosso potencial de realizar algo só é limitado por nós mesmos.

 Se você deseja motivar sua equipe a alcançar metas, inspirar pessoas a desenvolverem seu potencial e a ultrapassarem limites, contrate a palestra do Raphael!

Logo Apex

Publicado em Para-Escalada, ParaClimbing | Deixe um comentário

Como você contribui para a escalada?

Há tempos que eu quero escrever um texto e voltar a origem do site… mas por diversos fatores eu fui desencorajado a escrever o que irei escrever agora rs

Bom quem irá escrever agora é o Raphael, amante desse esporte, tentarei separar o Raphael atleta e o Raphael da Associação Brasileira de Escalada Esportiva(ABEE), mas claro que alguns assuntos terão correlação.

O que eu quero que fique claro que eu não quero ofender ninguém e muito menos criar polêmicas, irei apenas esclarecer alguns fatos que ate hoje nos da ABEE resolvemos não discutir de forma publica para não alimentar mais confusões.

Hoje eu recebo muitas mensagens, de sugestão, criticas, de efetuar melhoras e espero que isso continue, porque sem as mensagens de vocês não temos noção do que erramos ou que podemos melhorar, eu acredito que nenhum processo é prova de falhas e que há sempre como melhorar tudo.

– CBME x ABEE, pessoal, não existe essa de richa, de briga de ego e tal. Irei resumir a historia, durante vários meses tentamos criar um grupo de trabalho de competições ligadas a CBME, mas que não foi para frente por um único motivo, financeiro, pois não teríamos autonomia para receber o dinheiro das associações em uma conta bancaria separada e teríamos que repassar uma % para a parte do montanhismo. E mesmo após oficializar a ABEE houveram tentativas de criar uma parceria e que foi negado por eles.  Bom antes que alguém me chame de mentiroso, eu convido para ir em casa, que eu mostrarei todos os emails trocados.

– Data da escolha da etapa de Boulder 2015, esse foi outro ponto que causou alguma confusão, resumo, desde que começamos a negociar a etapa(em dezembro de 2014), o mês estava definido, abril, faltava apenas a data, que foi escolhida após o ginásio anunciar a data da inauguração, mas porque não foi anunciado então? Não anunciamos porque nós da ABEE queríamos conhecer a estrutura do ginásio antes de fechar a etapa lá, bom eu fui pessoalmente conhecer lá e paguei do bolso boa parte das despesas, uma parte foi pago pela empresa Sapo Agarras, essa qual tenho um acordo de parceria como atleta, por isso a etapa foi anunciada após a CBME anunciar a data da sua etapa.

– mas Rapha, cada as etapas fodasticas e em maior número, essa é fácil, sem grana não vai rolar! Precisamos criar uma consciência que sem dinheiro, patrocínio, sócios, isso nunca irá rolar. Vejam as finanças em nosso site, lá tem cada centavo que entrou e saiu. Fato, hoje temos 62 sócios e posso afirmar que mais de 30 ali não pretendem participar do campeonato, querem apenas  colaborar e agora eu pergunto, cadê os outros atletas?  Porque se associam apenas quando recebem algo em troca? Essa também é uma parte triste que precisamos mudar por aqui, não vejo problemas em receber críticas, sugestões, parabéns, mas antes de reclamar, veja como você está contribuindo para o crescimento do esporte.

– e essa anuidade cara de R$120,00, isso é uma coisa que não sei nem como responder, como alguém pode achar R$10,00 por mês caro? Existem esportes que só o exame médico custa isso ou que participar de uma prova também custa esse valor. É necessário saber priorizar e valor da anuidade x os benefícios, sabemos que hoje não podemos oferecer nada mais do que organizar campeonatos, mas posso adiantar que não é uma tarefa nada e não recebemos nenhum salário para isso, pelo contrário, temos várias despesas que pagamos do bolso e não fazemos reembolso, uma outra coisa, todos trabalhamos em horário comercial, todos atualmente somos atletas, todos competimos durante o ano, treinamos e precisamos tocar a ABEE, longe de mim reclamar disso tudo, mas muitos não tem noção que temos várias outras tarefas além da ABEE.

– mas o esporte é tão unido porque há tantos problemas, eu discordo totalmente disso, o que existe hoje são panelinhas, não que isso seja ruim, porque a afinidade uni pessoas em seus grupos, mas o que eu penso é que todos podemos contribuir seja em panelinhas ou individualmente, posso citar alguns grupos que fazem isso e não recebem nada em troca, são os casos do Claudio e Yuri, mantenedores da Falésia Paraíso, Rocmasters, Clube Montis e etc… mas o que me preocupa e acho errado, são as panelinhas que impõem aos novos escaladores seus ideias, seus gostos, sua forma de treinar, de forçar a entrar em campeonatos, se esse novo escalador não pedir essas coisas, precisamos deixar que eles façam, escalem, treinem do jeito que eles quiserem, caso contrário escalar será uma coisa chata e ao invés de estimular estaremos perdendo novos escaladores, vamos voltar ao início de cada um e lembrar como era divertido o aprendizado e que não tinha nenhum pressão, há não ser escalar e se divertir.

– porque não existe patrocínio na escalada? Isso acontece porque não valorizamos as empresas que podem contribuir para o esporte, lembram em 2012… as 3 etapas de Boulder patrocinada pela loja Adrena, que foi um sucesso em todos os requisitos, perguntem ao Pedrinho o quanto ele investiu e o quanto ele teve de retorno, de todos os atletas que competiram, quantos foram na loja comprar um produto e fazer a máquina girar? Essa é a dura realidade do cenário de patrocínios por aqui.

Enfim não importa se você compete, viaja, abre via, treina, escala só em ginásios, divulga a escalada, trabalha com escalada, cada um tem o livre arbítrio de contribuir como quiser, não julgue ou empurre seus ideias para seus amigos, deixa que cada faça o que quiser e outra, se você quiser apenas praticar o esporte e não contribuir, também não tem problema, ninguém é obrigado a fazer nada, porque no final das contas estamos todos fazendo parte do crescimento desse esporte.

Desculpem os erros de português!

d5e1e-governanc3a7a1

Publicado em Escalada | 2 Comentários