Escalando a pedra do Pao de Açúcar

E finalmente eu consegui escalar do Pão de Açúcar, uma escalada que sonhava desde 2008 quando eu iniciei escalar na rocha, mas por diversos fatores eu não consegui, mesmo viajando para o Rio por diversas vezes.Alinhar imagem
 
Mas essa historia não começa assim, eu preciso contar uma “praga” que eu roguei para alguns amigos: “eu disse que se eu morresse antes de escalar do Pão de açúcar, eu iria voltar para assombrá-los rsrs”, então graças a Cissa Carvalho essa praga não existe mais.
Voltando, com a decisão de não participar do Mundial de escalada eu precisa arrumar alguma viagem pois a ferias do trabalho já estava marcada. Eu comecei a planejar alguns locais para escalar, já que essa seria a primeira ferias que eu iria me dedicar a escalar na rocha. Com o retorno da Cissa que estava morando na França e também gostaria de escalar por aqui e tinha disponibilidade resolvemos ir para o Rio escalar o maior numero de vias clássicas tradicionais.Alinhar imagem
Após fazer uma aclimatação na via Coringa na mesma pedra, combinamos de fazer a escalada começando pela via Italianos com a via Secundo. O começo da via foi bem tranquilo, mas perto da primeira parada eu simplesmente empaquei, não conseguia fazer o lance de forma alguma, nesse momento eu acabei perdendo bastante tempo e a Cissa na segunda parada estava bem preocupado com o tempo que estava fechando, ao fundo nos conseguíamos ver a chuva, mas que felizmente não chegou ate o Pão de Açúcar.

Alinhar imagem

Alinhar imagem

Alinhar imagem

Da terceira para a quarta parada, foi onde eu tive meu maior medo na escalada, uma travessia, tinha bastante agarras, mas o problema é que eu teria que retirar a costura e descer dois movs para entrar na linha da travessia, quem disse que eu conseguia fazer isso? Lembro que quando eu cheguei no lance, eu havia retirado a costura e ja estava escalando em direção a Cissa, quando ela me disse que se eu descesse seria melhor, nessa hora eu travei, acabei voltando para o grampo costurei e passei a corda de volta! Nesse ponto eu apenas pensava no pendulo em caso de queda e todo o ralado que iria acontecer, eu falei diversas vezes para a Cissa que não iria conseguir, ela com muita paciência me acalmou! Eu no desespero tentei em vão utilizar um cordelete para manter a corda no grampo, a única forma que eu via para fazer esse lance foi deixar o cordelete no grampo e utilizar para descer ate a agarra de incio da travessia, confesso que tirar o dedo do cordelete foi muito difícil, mas com a confiança que a Cissa passava eu consegui passar o lance! UFA!!!Alinhar imagem
As demais cordadas foram bem mais tranquilas e conseguimos chegar ao cume sem mais nenhum medo rs devido ao jogos Olímpicos havia um segurança nos aguardando para fazer a revista em nossas mochilas e material.Alinhar imagem
Escalar essa pedra foi muito emocionante, ver a vista la de cima é algo impagável, recomendo essa escalada!
Gostaria de deixar um grande obrigado para a Cissa Carvalho, realizei um grande sonho!!!!!!!
Alinhar imagem
Anúncios
Publicado em Escalada, Para-Escalada, ParaClimbing, Saidas para rocha | 1 Comentário

Nota oficial ABEE – trabalhos 2016 e formatação para 2017

A Associação Brasileira de Escalada Esportiva divulgou hoje uma importante carta sobre o futuro da escalada de competicao no Brasil.

“Atletas ABEE,
Não deixem de ler a NOTA OFICIAL, a disposição no site da ABEE – http://www.abee.net.br/realizacoes-e-trabalhos-abee-2o-semestre-de-2016/, abordando diversos assuntos da atualidade, incluindo formatação de trabalho para otimizar a evolução de nossos atletas de Escalada Esportiva.”

Fonte Facebook da ABEE

Publicado em Escalada | Deixe um comentário

[Entrevistas] Conheça a escalada, o novo esporte olímpico

Saiu a reportagem que o Band Esporte Clube e o Marcelo Negrao fizeram com o Raphael Nishimura e a Thais Makino.
Eles explicam como será a estreia da escalada nas Olimpíadas, no ginásio Casa de Pedra, em São Paulo.

band

Publicado em Midia | Deixe um comentário

Campeonato Brasileiro de Escalada 2016 | Modalidade Dificuldade | São Paulo – SP | ABEE

Saiu o video do Campeonato Brasileiro de Escalada Esportiva modalidade Dificuldade!

Publicado em Escalada, Midia, ParaClimbing | Deixe um comentário

[Entrevista] SPTV – Edição especial Olimpíadas Rio 2016

Quando eu menos esperava tocou o meu celular e era uma produtora da Rede Globo, eles queriam gravar comigo para contar minha historia na escalada e a minha participação no revezamento da condução da tocha olímpica!

Abaixo segue uma filmagem da TV, caso queiram assistir o original, clique aqui.

Publicado em Midia, Para-Escalada, ParaClimbing | Deixe um comentário

Como manter o corpo treinado X pouco tempo?

Esse ano, esta de longe o ritmo de treino que eu gostaria de ter… bom nao culpo o tempo em si, mas em decisões pessoais ligadas ao trabalho e também no meu aprimoramento através de cursos, eventos, palestras e por ai vai.

Uma forma que eu encontrei para minimizar o efeito em meu corpo, foi de treinar em alta intensidade, mudei o ritmo de treino para fazer resistência e boa parte utilizando um lastro de 3kg ou 4 kg, como no vídeo abaixo.

Aleatoriamente a escalada, tenho feito meus treinos com a bike e em casa fazendo barras um pouco de finger board!

Mas a parte que me motiva é poder receber produtos para testar e usar, como a sapatilha de bike da Five Ten Brasil, o modelo Kestrel e que em breve terá release sobre ele aqui no site!

Esse é um treino que eu faço com frequência, portanto nao faça igual antes de saber em que nível o seu corpo esta!

Publicado em Escalada, Para-Escalada, ParaClimbing | Deixe um comentário

Qual o futuro da escalada de competição do BRASIL?

Ultimamente eu tenho recebido as seguintes perguntas:

Continua treinando?
Como esta a ABEE?
E quando será o próximo campeonato?

Bom, resolvi escrever para esclarecer vários pontos e dar um puxão de orelha na comunidade escaladora! Tudo o que vou escrever será relacionado as competições, eu sei que ir para rocha é mais legal, que anuidade(R$120.00) ABEE “esta cara”, que querem prêmios em dinheiro, mais etapas e etc….. ah vou escrever como Raphael escalador e não como diretor da ABEE e todos os pontos citados estão no site ABEE ou é de conhecimento de todos…

Vamos lá, primeiro, todas as etapas do Brasileiro de Escalada não da lucro para ABEE, isso esta lá no site também. Por contrato com os ginásios, a ABEE paga o trabalho do route setter chefe, o envio e despesas do coordenador da ABEE e o juiz chefe, em contra partida os ginásios não cobram as diárias para a realização das etapas, então por mais que uma etapa de um lucro oriundo das inscrições, não chega nem perto desses gastos.

Quando teremos mais etapas ou campeonatos como em 2012? Respondendo friamente, não consigo ver isso sendo feito num cenário de curto ou médio prazo, a não ser que eu, Thais ou Janine ganhemos na mega sena, sem dinheiro ou mais pessoas ajudando isso não será possível. Lembrem, do lado da ABEE as etapas são organizadas por somente nos três, ah sim, todos trabalhamos, treinamos e não recebemos absolutamente nada da ABEE, todo nosso trabalho é voluntario.

Hoje vejo muita gente torcendo e assistindo as etapas da copa do mundo, pedindo mais reconhecimento do esporte, que as empresas invistam no esporte, que atletas sejam patrocinados…. mas saibam que a ABEE esta sempre procurando patrocínios para etapas e também para ABEE… e uma das perguntas que precisamos responder é: “qual o publico do esporte e quantos sócios a ABEE possui?”  Em  2016 somos apenas 57 associados. Se você fosse empresario e recebesse esse numero, colocaria dinheiro em nosso esporte? Para fazer a maquina girar, você precisa fazer sua parte!

Agora ter que ouvir R$120,00 por ano para ser sócio ABEE é muito caro… ou seja R$10 reais por mês é realmente muito caro….. não vale nem a pena perder tempo nesse tópico.

Outro ponto importante, a Escalada não é esporte olímpico, a escolha será feita apenas em agosto de 2016, caso seja eleita entrara nas olimpíadas de Tokyo(2020) como esporte adicional e isso não garante que o esporte seja incluído em 2024, não acreditem em tudo o que esta escrito na internet, a IFSC mantém um canal de comunicação somente com a ABEE  aqui no Brasil. Também não temos etapas definidas para o Brasileiro de 2017!

Enfim, temos no caixa da ABEE cerca de R$3.400 e temos pela frente os custos da Etapa de Dificuldade em Agosto. O esporte e ABEE precisa que mais pessoas se associem e nos ajude com a frentes de trabalho, todo o esforço de 3 pessoas, mais alguns voluntários que nos ajudam bastante, não trará efeito e benefícios para os atletas sem a sua ajuda!!

Infelizmente, sem a “vibe” chamada dinheiro, nosso esporte ficaram assim, sendo ou não olímpico!

Todo o balanço financeiro da ABEE esta lá no site, qual outra entidade faz isso?

Só por curiosidade, a federação Francesa, tem somente 93 mil atletas associados………. chato né?

Pensem nisso!

banner_abee_150x50

Publicado em Escalada | Deixe um comentário