Jovens que vão fazer expedição na Bolívia querem fomentar esportes outdoor no Brasil

Escrito por Pedro Sibahi

A Expedição Pachamama é o projeto de dois jovens paulistas que querem chegar ao cume de três montanhas bolivianas em julho deste ano: Pequeño Alpamayo (5.450 metros), Huayna Potosi (6.088 metros) e Illimani (6.462 metros). Até aí, não é tanta novidade. A diferença é que todo o trabalho de estudo, planejamento e aquisição de equipamentos está sendo documentado e divulgado para fomentar mais expedições entre os brasileiros.

A empreitada é formada por dois projetos distintos. Um deles é o Space in Movement (spaceinmovement.com), de Rafael Barbosa. O outro se chama Ataque ao Cume (ataqueaocume.com.br), de Renato Onorato.

Estudande Geografia na Universidade de São Paulo, Barbosa, 22 anos, parte para sua primeira aventura em Alta Montanha. Ele também leva um pouco de filosofia em suas aspirações, e diz que o projeto “vem para mostrar que vale a pena lutar por seus sonhos, pois apenas a pessoa sabe o valor que eles tem, não importa o quão absurdo ou impossível sejam”.

Para o jovem, o mundo dos esportes outdoor é um caminho para isso, tanto pelo contato com a natureza, quanto pelo novo e diferente. “Talvez seja uma busca desesperada a mim, ao meu encontro e auto-conhecimento, talvez seja apenas o meu experiencialismo em sua busca por algo autêntico e real”, escreve poeticamente no seu site.

O companheiro Onorato, 29 anos, é publicitário e aparentemente mais pragmático. Praticante de ciclismo e trekking, possui certa experiência com montanhismo. Segundo ele, o projeto “surgiu da necessidade de transpor as barreiras tropicais predominantes no Brasil para difundir atividades de Alta Montanha no país”.

Ele afirma que seu objetivo é “alimentar com informações técnicas e de segurança os futuros montanhistas e trekkers que porventura venham a ingressar nessas modalidades”. Mas, o publicitário assume que seus hábitos esportivos são um pouco excêntricos, pois “desde pequeno, quando me procuravam em casa, estava em cima de um telhado procurando lagartixas”.

Coincidências. Os dois aventureiros já possuíam o mesmo projeto há tempos, mas se encontraram apenas em maio deste ano. “Basicamente foi coincidência do destino”, afirma o estudante. Ele diz que viu o projeto de Onorato no Facebook, em uma página de outro amigo, mas na hora não percebeu que tinham muito em comum.

“Poucos dias depois nos encontramos em um bazar, onde também fomos por coincidência, conversamos e resolvemos juntar os projetos”, explica. Na conversa, ambos perceberam que estavam com viagem marcada para a mesma montanha, na mesma época, e resolveram somar esforços.

Essa será a terceira visita de Barbosa à Bolívia. Ele visitou o país pela primeira vez em 2008, quando viajou no estilo mochilão, e depois retornou em 2010. Agora ele parte com uma nova abordagem, e promete oxigenar o montanhismo brasileiro. Para 2014, o próximo desafio já está lançado: chegar ao topo do Aconcágua, na Argentina, a 6.962 metros de altitude.

Fonte: http://www.webventure.com.br/trekking/n/jovens-que-vao-fazer-expedicao-na-bolivia-querem-fomentar-esportes-outdoor-no-brasil/31307

Anúncios

Sobre escalango

Um escalador muito feliz!
Esse post foi publicado em Escalada. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s